OS AEROPORTOS QUE TRANSPORTARAM MAIS DE 3,6 BILHÕES DE PASSAGEIROS

 

Os maiores aeroportos do mundo, em número de passageiros, têm registrado em 2013 e confirmado no ano passado sensíveis mudanças em suas estatística de tráfego, que refletem de um lado as preferências dos usuários e, do outro, conjunturas peculiares dos respectivos países.

Em 2013 a Ásia, que já havia consolidado a sua posição de região com o maior crescimento, superou os números de embarques dos Estados Unidos e da Europa, totalizando 29,1% do tráfego mundial (contra 28% no ano anterior), de acordo com o “World Airport Report”, enquanto as participações da América do Norte e da Europa diminuíram de 26% em 2012 para 25,7% e 25,3%.

No ano o tráfego global de passageiros cresceu 4,3%. Por regiões, os maiores aumentos ocorreram no tráfego dos aeroportos da Europa e da Rússia (13,5%), seguidos por aqueles da Ásia e do Oriente Médio com respectivamente 8,1% e 7,6%. Na América Latina onde os índices do tráfego de Peru, da Colômbia e do México dobraram aqueles dos respectivos PIBs, chegando a 6,3%, mereceu destaque também o crescimento registrado nos aeroportos de São Paulo. O contrario foi registrado na Europa, onde Itália e Espanha perderam tráfego como conseqüência de suas crises econômicas e, no caso da Espanha, devido também à suspensão dos vôos antes operados pelas empresas “low cost”: comparando os índices dos dois países com aqueles de 2007 verifica-se que o número de passageiros caiu de 52 milhões para 39,7 milhões em 2013. De outro lado cerca de 60% do crescimento atribuído à Europa foi devido à Rússia ( que transportou mais 15,9 milhões de passageiros ) e à Turquia, com 15,5 milhões de embarques. Ainda em 2013 houve o surpreendente crescimento de 4,7% do tráfego no aeroporto de Los Angeles, contra a média de 1,1% registrada pelos Estados Unidos. No balanço global às empresas americanas transportaram o maior número de passageiros (97 milhões), contra 84 milhões embarcados por todas as restantes companhias aéreas do mundo.

 Analisando agora o ano de 2014, verifica-se que o tráfego pelos 100 maiores aeroportos – segundo um artigo da revista Airline Business de maio passado – totalizou 3,63 bilhões de passageiros, tendo crescido 5,4% na comparação com 2013. O tráfego originado de aeroportos dos  Estados Unidos chegou a 300 milhões,aquele da  Ásia Pacífico a 222 milhões, da Europa a 137 milhões e do Oriente Médio a 70 milhões.: Dubai chegou a 70,7 milhões (+6,1%), Los Angeles a 70,7 milhões ( +6,0%), Chicago 70,0 milhões (+ 4,8%) , mas foi o aeroporto de Atlanta que teve o maior tráfego (96,2 milhões) , mas com um aumento porcentual inferior  (1,9%) .O tráfego no aeroporto de Pequim foi de 86,1 milhões (+2,9%) ,em Londres de 73,4 milhões( + 1,4%),em Tókio de 72,8 milhões (+ 5,7%), enquanto Paris,Dallas e Hong Kong, com crescimentos de 2,8%,5,1% e 5,9%  registraram cada um  o transito de cerca de 63,5 milhões de passageiros .

Além dos aeroportos de Londres e de Paris, a Europa incluiu na classificação dos maiores o de Frankfurt (60 milhões de passageiros), que ocupa a 11ª posição, de Istambul (57 milhões), Amsterdam (55 milhões), Madrid (42 milhões, ocupando o 27º lugar). No 30º lugar se encontra Guarulhos (40 milhões),vindo a seguir Roma/Fiumicino (39 milhões), Gatwick, que é o segundo aeroporto de Londres, e Barcelona, que ocupa o 39º lugar com 37,5 milhões de passageiros

Entre os aeroportos dos Estados Unidos, Denver e Nova York se encontram, na estatística de 2014, no 17º e 18º lugar, com pouco mais de 53 milhões de passageiros, vindo depois San Francisco com 47 milhões e, ainda na faixa de 40 milhões, Charlotte, Las Vegas, Phoenix, Houston e Miami. No Brasil, o Galeão ocupa o 102º lugar entre os maiores 150 do mundo, com 17,359  milhões de passageiros, depois dos aeroportos de Brasília (18,145 milhões de  paxs) e Congonhas com 18,061  milhões .O aeroporto Tancredo Neves de Belo Horizonte, teve um tráfego de 10,792 milhões de passageiros e Viracopos,na 148ª posição,  de 9,827 milhões .

As empresas do Golfo tiveram no ano passado um grande crescimento, com o aeroporto de Abu Dhabi, impulsionado pela Etihad Airways, passando a ocupar a 91ª posição no ranking mundial dos 100 maiores: o seu tráfego aumentou 20,2%%, índice superado somente por Bancoc (30,8%) e Istambul (25,4%).

Na comparação com os grandes aeroportos internacionais o mundo, o total de passageiros que utilizaram os cinco brasileiros relacionado na lista dos 150 “world´s top” (Guarulhos, Brasília, Galeão, Tancredo Neves e Viracopos) soma 95,881 milhões de viajantes. Eles correspondem aos do aeroporto Hartsfield de Atlanta (96,179 milhões) e superam em cerca de 10 milhões os que passaram pelo aeroporto de Pequim (86,128 milhões).

As obras de ampliação iniciadas em 2012 no Brasil representaram em 2014 o crescimento médio de 10% em quatro desses aeroportos, chegando a 17,4% no Galeão. Haverá ainda um longo caminho a ser percorrido para aumentar essas capacidades, se na nova política econômica esses investimentos forem considerados prioritários.